TCS News

13
ago

TCS SISTEMAS 20 ANOS NO MERCADO

       No dia 31 de julho de 2015 a TCS Sistemas completou 20 anos de muita dedicação, trabalho e comprometimento.
Alcançamos muitos objetivos já estipulados nestes 20 anos, crescemos como profissionais e empresa e é com muito orgulho que posso dizer que a TCS hoje é uma empresa consolidada no mercado de sistema de gestão para ENTIDADES DE CLASSE.

      A TCS desde seu início tem como sua principal característica para com o cliente, um serviço de muita qualidade e inovação, priorizando o atendimento e garantindo segurança e acompanhamento durante e após os processos e implantação.
     
      Para classificarmos uma empresa de sucesso, mais do que lucros, podemos consideram diversas variáveis, como os clientes que são fundamentais para o nosso desenvolvimento, o trabalho em equipe, tecnologia aplicada, produtividade, competitividade, a nossa imagem perante os outros e qualidade assegurada.
     
      Analisando todos estes quesitos, acredito que a TCS é uma empresa de sucesso, fidelizando clientes e apresentando mudanças constantes que facilitam e inovam os processos. Mas é claro, a TCS, assim como qualquer empresa precisa sempre estar em busca de maiores crescimentos e novos predicados para apresentar, estabelecendo metas e objetivos. Por isso afirmo que estaremos sempre em busca de melhorias para agradar ao máximo nossos clientes e oferecer o melhor serviço.

      Parabenizo e agradeço aqui a toda a equipe, colaboradores e principalmente os clientes, que possuem um papel fundamental para este crescimento. Estes 20 anos de sucesso são fruto do esforço e empenho de todos!


Ricardo Pedro Timmers
Diretor da TCS Sistemas
 
04
jun

29º Encontro Nacional de Sindicatos Patronais

     Em maio, a cidade de Curitiba, no Paraná, contou com a união da força e trabalho das entidades sindicais do comércio de bens, serviços e turismo brasileiros. Entre dos dias 15 e 17, o 29º Encontro Nacional de Sindicatos Patronais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (ENSP) movimentou a Expo Unimed Curitiba. O tema do evento foi Sustentabilidade Empresarial.

    Mais de 1,2 mil líderes sindicais estiveram presentes no Encontro. Diversas palestras, reuniões temáticas e de trabalho foram realizados no decorrer do evento. Um dos destaques foi a presença do Ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Guilherme Caputo Bastos, que abordou as Súmulas do TST.

     A TCS Sistemas esteve presente no Encontro com um estande. A estrutura acessível, moderna e acolhedora fez com que houvesse grande circulação de pessoas. A interação foi tanto para esclarecimentos sobre os sistemas quanto para confraternização entre a equipe da TCS e os seus clientes, demonstrando que a união e parceria que se forma entre ambos os lados vai além do profissional. E essa é uma das preocupações da TCS: além de oferecer sistemas completos para a gestão das entidades, criar laços humanos de aproximação que facilitem o trabalho do dia a dia.

    Além de bons momentos de conversa e bate-papo, o público do evento teve a chance de conferir as informações e novidades oferecidas pela TCS Sistemas. Boa chance de avaliar possibilidades de crescimento e desenvolvimento tecnológico para as entidades.

    Para 2014, a promessa é de um estande ainda mais acolhedor, com mais tecnologias e muitas surpresas. Tudo para aproximar cada vez mais os participantes do evento da TCS Sistemas. Deste Encontro, fica uma certeza: a TCS não conquistou só clientes, mas sim, amigos.



Ricardo Pedro Timmers
Diretor da TCS Sistemas
05
mar

Gerenciamento de Projetos - A importância de gerenciar projetos

O PMI (Project Manager Institute) define gestão de projetos como sendo o processo através do qual se aplicam conhecimentos, capacidades, instrumentos e técnicas às atividades do projeto de forma a satisfazer as necessidades e expectativas dos diversos stakeholders que são indivíduos ativamente envolvidos no projeto ou cujo resultado do mesmo poderá afetá-los positivamente ou negativamente.

Um ponto-de-vista alternativo diz que gerenciamento de projetos é a disciplina de definir e alcançar objetivos ao mesmo tempo em que se aperfeiçoa o uso de recursos (tempo, dinheiro, pessoas, espaço, etc.).

É claro que quando falamos em gerenciamento de projetos, todo mundo, ou pelo menos a maioria das pessoas imagina uma obra faraônica, com milhares de pessoas envolvidas em diversas etapas, mas não é bem assim. Podem-se gerenciar pequenos, médios e grandes projetos em qualquer empresa, companhia ou corporação. Um projeto pode estar envolvido em pequenas atividades do dia-a-dia. Pode estar envolvido na resolução de problemas internos, implantação de sistemas, negociação com fornecedores, entrega de produtos e implantação de estratégias.

Gerir projetos da forma correta só traz benefícios às empresas. Se utilizado em resolução de problemas, por exemplo, o gerenciamento de projetos define precisamente tomadas de decisões e ainda indica efeitos e causas.

Para manter o controle sobre o projeto do início ao fim, um gerente de projetos utiliza várias técnicas, dentre as quais se destacam:
Planejamento de projeto;
Análise de valor agregado;
Gerenciamento de riscos de projeto;
Cronograma;
Melhoria de processo.

Ainda cabe ao gerente de projetos, gerenciar tempo, custos e o escopo. Essas são as variáveis de projetos, que podem afetar positivamente ou negativamente todo o resultado do projeto.
Os gestores devem ficar atentos ao mercado e aos fatores que demonstram a necessidade de uma boa gestão de projetos. Devem analisar o mercado e seus players, devem analisar a margem de lucros, analisarem a exigência dos clientes, avanços tecnológicos e demais fatores que revelam a necessidade de se implantar e gerenciar projetos.

Gerenciar projetos dentro de uma empresa só traz benefícios financeiros e crescimento em curto prazo. Traz diferenciais competitivos na forma de gestão da empresa.

Visto todas as vantagens do Gerenciamento de Projetos e as exigências do mercado e também dos programas de qualidade, desenvolvemos um sistema que auxilia você a gerenciar projetos dentro da entidade. É uma ferramenta simples que apóia o gerente de projetos em todas as etapas estabelecidas para cada projeto. Confira no link:
http://www.tcssistemas.com.br/solucoes/34/gerencial/tcsprojetos

Para concluir, deixo um vídeo, onde podemos perceber que um projeto não tem sucesso sem um bom planejamento de comunicação. Veja como a falta de comunicação afeta negativamente um projeto inteiro!

Confira: http://www.youtube.com/watch?v=wqYl1zM_1JE

Referências bibliográficas:
Heizer, Jay; Render Barry. "Operations Management": International Edition, 7ª Edição 2004, ISBN 131209744
Gaither, Norman. Production and Operations Management" International Edition, 5ª Edição 1992, ISBN 30746221
Monks, Joseph G. " Administração da Produção" Editora McGraw Hill, 1ª Edição 1987, ISBN 74502778
09
jan

Um novo ano, novos desafios

Estamos entrando em 2013, e é hora de executar o planejamento elaborado no final de 2012. Não perder tempo é essencial.
Temos muitos desafios para 2013. Após a implantação do PROJETO 360°, que agora completa 1 ano, as metas e as ambições tornaram-se mais claras, mais tangíveis, mais ousadas, não só no papel, mas na mente e nas atitudes de nossos colaboradores.
Dando continuidade ao que já praticamos muito em 2012, novos sistemas, novas rotinas, novas funcionalidades que já fazem parte do nosso dia a dia, continuarão surgindo. Vamos continuar a inovar a cada dia.
Queremos ir além, queremos implantar um projeto de QUALIDADE, pois assim estaremos dando um passo fundamental para os desafios que o mercado nos impõe.
Estaremos mais próximos dos nossos clientes, queremos ouvir mais, saber mais deste segmento, pois assim estaremos compartilhando e usando nossas habilidades técnicas para satisfazer as necessidades dos nossos clientes e do mercado.
Um novo ano se inicia, com novos desafios e novas ambições,mas com trabalho e dedicação chegaremos lá.
Aproveito este espaço para desejar a todos os nossos clientes, um excelente 2013, repleto de alegria, saúde, sucesso e muitas realizações.



Ricardo Pedro Timmers
Diretor TCS Sistemas


30
out

A sustentabilidade e o software de gestão: “fazer mais com menos".


Uma grande parcela das instituições, hoje em dia, mantém uma preocupação constante com práticas menos invasivas e nocivas ao meio ambiente. Continuamente empresas de setores industriais, de varejo e de serviços, buscam rotinas calcadas em atitudes positivas e inovadoras nos aspectos socioambientais.
O objetivo da melhoria de qualidade de vida de seus colaboradores bem como do contexto mercadológico da qual fazem parte é o norte das gestões atuais. Uma gestão voltada para a sustentabilidade promove a valorização da vida como um todo. Temos assistido as instituições preocupadas com um novo estilo de administrar, sem consumo excessivo, sem desperdício de materiais e tempo. O entendimento de que a gestão da entidade reflete, imediatamente, no resultado da “pegada ecológica" que a instituição deixa no ambiente, tem se tornado uma constante no nosso dia a dia. Portanto, favorecer as rotinas diárias de forma que haja o menor desperdício de recursos e uma postura anti-degradação ambiental com destinamento adequado dos materiais e uso consciente a da tecnologia e recursos naturais já é uma realidade na TCS.
Cabe salientar que a própria implantação de um software de gestão já demonstra a preocupação da entidade com o meio ambiente. Com o uso de recurso tecnológicos, organizando o tempo e as rotinas diárias, a instituição ganha em qualidade. O fato de implantar ferramentas que otimizem tanto o tempo quanto o uso do papel até a energia elétrica, passando pelas tintas, uso de água, projetos de reciclagem e diversos outros materiais, comprova a atitude pró-ativa de diversos clientes da nossa carteira.
Hoje, a meu ver, a implantação de software de gestão está diretamente ligada à redução do impacto ambiental da empresa e sem dúvida é uma necessidade das organizações que se preocupam com a sua marca e que são socialmente responsáveis. Caso evidente nos sindicatos e federações que tem objetivo de serem porta-vozes de grupos representativos do mercado.
Gerenciando adequadamente seus recursos, a organização "faz mais com menos": mote essencial e alicerce da preocupação com o meio ambiente.
Os produtos TCS ajudam a monitorar e gerenciar, integradamente, todos os setores e atividades da organização de forma a garantir que os métodos e conceitos da sustentabilidade possam ser geridos adequadamente.

Ricardo Timmers - Diretor
17
ago

Viajar é preciso.

Hoje me considero uma pessoa realizada em termos de viagens. Conheço praticamente todo o território nacional! Estes 17 anos de TCS, trabalhando no setor de entidades de classes, me proporcionaram, além de outras satisfações, conhecer o Brasil, praticamente por inteiro.
No inicio era muito desafiador: Imagine uma empresa recém fundada e muitas implantações de sistemas por fazer, de ponta a ponta do mapa.
Nossa estrutura era pequena, a equipe muito enxuta, as limitações técnicas não permitiam flexibilidade e agilidade - muito menos errar. Qualquer problema que houvesse nos obrigava reagendar uma nova viagem e isto, naqueles tempos, não era uma tarefa simples. Os aeroportos e viagens aéreas eram um luxo para poucos. Lembro bem: havia sala de espera, mas, sala de espera mesmo, bem estruturada, refeições a bordo e, nutritivas, com talheres e tudo. Não como hoje. Lembro bem quando se fazia ponte aérea Rio- São Paulo, você podia tomar um uísque ou apreciar um bom vinho e ainda eram servidas nozes, castanhas... Nossa, que saudades!
Fora os aeroportos, os hotéis. Ah, estes sim eram uma aventura: Como não se tinha a internet para se conhecer a estrutura de cada um, restava à surpresa em cada porta de quarto que se abria. Surpresas boas e más. E olha que abri muitas portas de quarto de hotel. Foram tantas que, depois do advento do cartão-chave, resolvi colecionar. Hoje tenho até quadros, nas paredes da empresa, com a minha coleção, apenas de chaves de portas de hotéis.
O que mais me encantava e encanta ainda, eram as diferenças culturais de região para região. Isto era o mais intrigante e marcante: Costumes, hábitos, sotaques, gírias, gastronomia e clima. Tudo era um desafio como também uma preocupação: Sinceramente, me sentia um pouco inseguro em relação às diferenças todas, mas, o desafio superava qualquer medo. Com tudo, sempre sentia uma alegria muito grande em levar a TCS, minha empresa, por este brasilzão.
Hoje lembro com satisfação deste tempo, pois a coragem de seguir em frente, de criar o meu espaço no mundo dos negócios, de fazer a TCS crescer, me fortalecia cada vez mais a cada viagem e fazia acreditar que nada era em vão. Esta experiência guardo dentro de mim com orgulho de ser hoje reconhecido, de ver a TCS - uma pequena empresa do sul do país- praticamente em todos os estados brasileiros.
Os tempos mudaram, a rapidez toma conta dos processos, a internet encurtou as distâncias, viajar não é mais tão complicado.
Hoje, mesmo podendo treinar nossos clientes pela web, nestes 17 anos de viagens, guardo um ensinamento: Nada jamais substituirá o contato pessoal, a alegria de ver nos olhos das pessoas a satisfação após cada atendimento e treinamento realizado.
Nestes anos todos a "maior viagem" sempre foi atender as necessidades de uma carteira tão diversificada- hoje com quase 400 clientes- solucionando com nossos sistemas de gestão, as mais diversas rotinas de sindicatos, confederações e federações brasileiras.
Viajar sempre será preciso!

Ricardo Timmers - Diretor TCS Sistemas
18
jul

Top of heart

Dá um trabalhão colocar uma marca “top of heart”!

Propus-me a investir na marca da minha empresa:
Num primeiro momento parecia uma daquelas coisas do coração, que a razão não explica bem. Percebi que estava mais do que na hora de agregar valor ao que construímos por aqui, ao logo de mais de 15 anos de história.
Verdade é que todos nós sabemos que uma marca não nasce pronta. Não basta um bom logotipo, sede própria, produto sofisticado, modernos processos de gestão e colaboradores empenhados. Uma marca é forma e conteúdo, corpo e alma. É um conjunto que vai além do tangível. Passa pelo que é percebido. E isto depende da comunicação e do marketing. A imagem da marca é fruto de emissão, recepção de mensagens adequadas. Leva tempo e dá um trabalho danado construir uma marca forte. Destas que estão na mente dos consumidores, O top of mind do mercado. Para elevá-la ao nível de top of heart, que é o que eu pretendo com a nossa TCS, então... nem se fala!
Contratei um profissional especialista para nos conduzir por este caminho e já ao iniciar um trabalho focado nesta tarefa, comecei a me perguntar e tive até um certo aperto no coração quando pensei nisto: Quanto tempo se leva para destruir uma marca? Certo é que ela pode ir se dissolvendo bem devagarzinho, ao longo de muitos anos. Talvez, menos do que os que são necessários para construí-la. Então, concluí: Preciso me mexer rápido.
Não sei quanto tempo leva pra destruir uma marca, mas, entendi que se houver desconsideração pela trajetória percorrida, a mensagem mal colocada, a sacada publicitária sobrepujando a informação, o público-alvo mal detectado e a prática de ensaio e erro fazendo da marca laboratório para projetos mal pensados, pode se destruir qualquer uma.

Assim, antes que isto aconteça com marca da minha empresa, resolvi me movimentar. E, agora, rapidamente.
A atuação da TCS está bem calcada e firme numa obra já visível e reconhecida pelo mercado. Mas, qual é a percepção do mercado? Qual a imagem que temos? Como somos vistos? Somos entendidos?
Perguntas que não calam!

Percebo, hoje, que o envolvimento nesta construção deve ser visceral, temos que dormir, acordar e nos alimentar pensando em soluções, idéias inéditas, nos clientes, na concorrência e nos desafios diários. Temos que compreender muito bem os nossos objetivos, compartilhar metas e, principalmente, ser apaixonado pelo projeto. Nesta perspectiva, percebo que mais do que nunca temos que levar fé nas intenções da empresa e sermos cúmplices da trajetória, comemorar as conquistas e estar junto e firme nos eventuais momentos de crise ou derrota.
Isto porque a marca é o todo, vai muito além das estratégias de divulgação, comercial e de marketing. Tem a ver com o DNA.
Entendi muito bem que não se cria uma marca com um fim nela mesma e também é preciso saber que cada movimento que ela faz agrega imagem positiva ou negativa nela.
Os projetos da marca têm que ter uma cara própria e expressar a sua personalidade. Um trabalho de marketing comprometido nunca pode permitir divulgar uma mensagem que coloque a marca como pano de fundo para uma sacada publicitária, gostos pessoais ou ações frívolas.
Afinal, a Marca vale mais do que uma só campanha.

Aos 17 anos de vida a TCS segue firme no propósito de construir uma marca forte, renovando a cada dia e aplicando alma na nossa sigla e símbolo, através de dias bem vividos e com o objetivo claro de fazer tudo com a mente e o coração conectados.


Ricardo Timmers
Diretor TCS Sistemas
08
jun

Sindicato conectado: Imagem de marca valorizada

Vivemos uma época em que o valor efetivamente percebido pelo cliente é que conta. A pergunta recorrente é quanto de valor conseguimos agregar aos produtos e serviços que oferecemos aos nossos clientes? Quando você encanta seus clientes e agrega mais valor a seus produtos e serviços está garantindo uma imagem de valor para sua marca. No segmento de Entidades Patronais com o qual, posso afirmar, tenho uma profunda intimidade, não é diferente.
Hoje nos alicerces de um Sindicato estão à estrutura, as conquistas, a iniciativa, o relacionamento e os serviços. Sendo, ao meu ver, o elemento "prestação de serviços" o que mais rapidamente leva à percepção do valor de ser associado à uma entidade de classe.
Serviços prestados com qualidade e competência têm garantido aos sindicatos o aumento de sua representatividade. Isto, em conjunto com uma estrutura bem organizada e produtiva, com rotinas padronizadas, um elenco de conquistas significativas para o grupo, a pró-atividade garantindo iniciativas importantes e o foco em relacionamento, tem significado fator de crescimento para as entidades de classe.
A percepção de qualidade em um sindicato no quesito atendimento tem sido medida também por fatores relativos aos canais que disponibiliza para os representados. As mídias sociais, portais web, periódicos, entre outras ferramentas de marketing com a pesquisa, tem garantido aos sindicatos, federações e confederações, diagnosticar as demandas de seu público-alvo e assim agir conectadamente. Esta postura voltada para o cliente, através de um diagnóstico bem feito do contexto, tem permitido que a experiência do representado ao usufruir dos serviços que o sindicato lhe disponibiliza seja de satisfação.
A inovação constante, também tem agregado valor à imagem de marca das entidades, uma vez que estas evoluem com seus clientes, oferecendo vantagens significativas para o associado.
Hoje ter um expressivo número de representados, em minha opinião, é proporcional ao quanto à gestão da entidade é profissionalizada, disposta a inovar e com foco claro em resultados.
Gestões integradas e conectadas com a realidade têm transformado o segmento. Gestores empreendedores têm sido o diferencial para os sindicatos. Encantar o cliente representado com experiências positivas e vantagens reais determina quanto de valor se consegue agregar aos produtos e serviços que são disponibilizados aos clientes. Quando você encanta seus clientes, agrega mais valor a seus produtos e serviços e constrói uma imagem de valor para sua marca.
A TCS, através de seu portfólio de mais de 30 sistemas gerenciais, específicos para o segmento de entidades de classe, tem participado ativamente desta nova postura dos sindicatos. Temos contribuído, através de nossos aplicativos, para que a gestão possa ser efetivamente praticada, uma vez que permitem a visão do todo e a total integração dos recursos possibilita economia de tempo, agilidade nos controles, rotinas executadas com eficácia. Nosso trabalho tem sido fazer com que os projetos, em todos os setores da entidade, alcancem os resultados almejados pelos profissionais usuários e, principalmente, que a gestão seja de sucesso.
Pela experiência que tenho, de mais de 15 anos trabalhando com sindicatos, uma gestão voltada para o mercado, disposta ao relacionamento e que se conecta, tem sido o fator de sucesso para entidades de classe.

Ricardo Timmers – Diretor da TCS Sistemas


13
mar

Empresa diferente todos os dias, igual a cada dia: Com a mente inquieta e o coração tranqüilo.

Se é que no mundo empresarial existem dois lados, duas vias, duas mãos... A TCS é uma empresa destas: Vive no mundo da inovação e o mundo da execução. Inovamos para nos anteciparmos a demanda do mercado e, ao mesmo tempo, reagimos rapidamente para atender as necessidades e desejos que identificamos. Experimentamos um bônus e o ônus desta característica.
Na esfera da inovação precisamos ser flexíveis, rejuvenescer o tempo todo, ir acumulando esta juventude e estar em constante mutação, para ter total vitalidade. Nesta seara, quando desistimos de tentar coisas novas, de mudar nossos valores, simplesmente podemos definhar até morrer. Então, não paramos nunca de mudar.
Já, no momento da execução, as regras muito claras, os padrões e processos bem definidos, assim como a constância é que determinam o nosso sucesso.
Haja jogo de cintura para sobreviver neste modo esquisito de ser!
O conceito ideal, pelos menos no momento, me parece ser uma “empresa ambidestra: com a mão esquerda capaz de fazer toda a execução e a mão direita com habilidade para promover inovações constantes.”
Dentro desta perspectiva, penso que estamos no rumo certo aqui na TCS. Temos usado de toda nossa habilidade para crescer nos dois sentidos.
Aqui ma empresa estamos preocupados em manusear bem a nossa realidade para que, mesmo em épocas de crise estejamos firmes, demarcando um território maior e mais sólido a cada dia.
Para isto, temos promovido uma série de mudanças: Algumas simples, outras mais complexas que, no conjunto, nos conferem não só um aspecto mais saudável e rejuvenescido, mas, uma mente inquieta e o coração tranqüilo.
Mudamos nosso olhar para um de “360 graus” sobre as rotinas da empresa. Isto tem nos ajudado a gerar eficácia nas ações e melhores resultados, por cliente. Reduzimos custos da estrutura sem perder tempo cortando custos de maneira simplista e sim economizando naqueles pontos que, realmente, fazem a diferença. Melhoramos o nosso aproveitamento do tempo. Geramos jeitos mais simplificados de levar o produto e serviço até o cliente, com um maior aproveitamento da equipe como geradora de negócios.
Assim, estamos garantindo novas formas de gerenciamento integrado, usando nosso tempo para gerar mais valor à nossa Marca e oferta de serviços, não gastando tempo só com o nosso próprio mundo de criação e atendimento. Com uma perspectiva ampliada, estamos buscando no mercado, lá no cliente e no cliente do cliente o norte para nossas atitudes e posicionamento.
Talvez usar “as duas mãos” para ir traçando o nosso caminho nos proporcione contornos menos nítidos, mas, também sabemos que quanto mais fazemos isto mais usamos a capacidade do nosso cérebro, mais evoluímos.
Somos uma empresa que está conferindo no dia-a-dia as vantagens de crescer globalmente: Se por um lado nos obrigamos a ser diferentes a cada dia, por outro, temos que ser igual todos os dias. Com a nossa mente fervilhando e nosso coração em paz com as mudanças.



Ricardo Timmers
Diretor TCS Sistemas
 
02
dez

Sistema de gestão integrado. Uma visão de futuro para as entidades de classe.

Foi-se o tempo em que as informações ficavam compartimentadas e que uma organização se tornava quase um quebra-cabeça quando precisávamos de relatórios e dados que nos permitissem tomar decisões com agilidade.

Há muitos anos as empresas vêm adotando as ferramentas que aprimoram os processos do seu dia-a-dia de forma a qualificar suas decisões gerenciais. Assim, adquirem qualidade no desempenho dentro do contexto em que atuam.

Percebo, com anos de experiência no setor de entidades de classe, que as organizações sentem necessidade de gerenciar outros fatores além de os internos e estruturais como: questões sócio-ambientais e questões relacionadas com a qualidade de vida dos colaboradores e profissionais envolvidos. Tendo em vista essas questões, o diálogo com os públicos-alvos das entidades deve ficar cada vez mais frequente e próximo.
Isto sem contar que numa entidade de classe os seus associados, sendo o foco e razão de sua existência, tem que perceber as vantagens de estarem vinculados a entidade de forma tangível.

As entidades tem tido esta preocupação freqüente e oferecido vantagens concretas e valiosas aos seus associados: Prestando serviços, firmando parcerias, promovendo eventos e convênios.
Dentro desta realidade, num sistema de gestão, com foco em entidades de classe, as exigências dos clientes também não se restringem apenas à questões relacionadas com contas a pagar,a receber, contabilidade, emissão de boletos e etc. Assim a tecnologia aplicada ao cotidiano de uma organização deste gênero deve auxiliá-las a dominar os processos de forma a garantir o sucesso de suas metas.
Para tanto, é imprescindível capacitar os gestores do setor com a prática moderna de Gestão Empresarial associada á tecnologia "Gerenciar, mensurar e projetar com eficácia, com ousadia e inovação sempre” e muni-los com o instrumento de Gestão Digital para criar gráficos, análises e consultas, personalizadas, dotadas do maior número de inter-relações possíveis. É um investimento seguro e com retorno garantido.
Tenho comprovado na minha atuação no mercado, que os Sindicatos, Associações, Federações , como qualquer outra organização, estão inseridas no mundo do conhecimento e com a facilidade com que as informações se inserem no nosso cotidiano uma ferramenta tecnológica de gestão deve proporcionar o cruzamento de toda esta riqueza disponível, fazendo com que a estrutura digital dialogue entre si e gere soluções eficazes e aproxime o associado da entidade.
Outra vantagem da tecnologia da informação à serviço da entidade de classe é poder compartilhar o processo gerencial do suporte digital de forma transparente. Assim, gestores e seus times compreendem melhor o seu papel dentro do todo, da importância de delegar poderes e da necessidade de inter-relações com as áreas correlatas.
Hoje um gestor deste tipo de organização, com uma visão de futuro, enxerga que investir em um sistema que apresente soluções para todos os setores da organização e que ofereça sinergia para o processo é palavra de ordem para o sucesso. Dotar a organização de ferramentas que organizem, integrem e socializem as informações é a atitude mais inteligente que um gestor pode tomar. É vital para uma organização, inserida no mundo do conhecimento, que as informações circulem por ela, gerando um sistema orgânico eficaz.

Ricardo Timmers - Diretor da TCS Sistemas

Veiculado no Informativo da Microempa - Edição 42 / Ano XI
Novembro/Dezembro 2011


Páginas: 1