TCS News

22
nov

Caixa prorroga prazo para emissão das Guias Sindicais no novo modelo

 A Caixa Econômica Federal encaminhou mensagem às Confederações, comunicando a prorrogação, para 3 de março de 2017, do prazo para emissão das Guias de Recolhimento da Contribuição Sindical Urbana (GRCSU) no novo modelo definido pela Circular nº 3.598, de 6 de junho de 2012. Com isso, as guias poderão ser emitidas normalmente com vencimento em janeiro e fevereiro de 2017.
Expedida pelo Bacen, a Circular nº 3.598 instituiu o boleto de pagamento e suas espécies e dispôs sobre a sua emissão e apresentação e sobre a sistemática de liquidação das transferências de fundos a ele associadas. Essa norma traz alterações que afetam as entidades sindicais patronais, no que se refere ao recolhimento da contribuição sindical, em face da obrigatoriedade de registro dos boletos bancários, nos quais estão incluídas as guias de arrecadação da contribuição sindical.

Dentre as principais alterações, destaca-se a centralização de base de boletos de pagamento, com o registro de todas as cobranças, que deveria entrar em vigor em janeiro de 2017. No entanto, no dia 21 de outubro, a Caixa comunicou a prorrogação do prazo para emissão das GRCSU e, assim, as guias poderão ser emitidas normalmente com vencimento em janeiro e fevereiro de 2017.

Neste momento, não haverá alterações de tarifas e o novo aditivo do contrato será providenciado e encaminhado para assinatura em tempo hábil, até o início da emissão das guias registradas.

Quanto às regras de registro e emissão de boletos na Nova Plataforma de Cobrança, na qual está inserida a GRCSU, está previsto o registro de boletos com pagamento de valor divergente. Neste caso, as guias, assim como os demais boletos de cobrança bancária, poderão ser emitidas com qualquer valor, diferente de zero, ou seja, maior ou igual a 0,01 centavo, com a possibilidade de:
- Pagamento de qualquer valor;
- Pagamento de qualquer valor entre uma range de valor mínimo e valor máximo;
- Pagamento de qualquer valor acima de uma range de valor mínimo; e ainda
- Pagamento de valor fixo, conforme registro.

Fonte: CNC (http://cnc.org.br/noticias/sindicalismo/caixa-prorroga-prazo-para-emissao-das-grcsu-no-novo-modelo)
21
out

Febraban exigirá cadastro atualizado das entidades.

Às vésperas de 1°/01/2017, data determinada pela Febraban para que os bancos aceitem somente pagamento de boletos registrados, o cadastro da entidade passa a ser uma das questões mais importantes que devem ser observadas. Claro que também será necessário verificar as rotinas operacionais e as configurações do sistema usado para a cobrança, mas o cadastro merece atenção, pois toda cobrança deve ser registrada no banco com informações corretas do pagador, determinou a Febraban.

Veja a reportagem exibida pelo Jornal Nacional em 19/10/2016, que trata da obrigatoriedade das informações do pagador:

Fonte: Rede Globo / globo.com

NOVA COBRANÇA SINDICAL
Durante o ano de 2017, as regras de cobrança registrada também serão aplicadas as Guias das Contribuições, logo a entidade precisa desde já iniciar a atualização cadastral dos seus representados. Sem as informações dos contribuintes, não será possível realizar nova cobrança ou negociação de pagamentos atrasados, mesmo sendo de exercícios anteriores.

O QUE FAZER?
• Se sua entidade já usa o TCS Sistemas, fique tranquilo quanto ao seu sistema, ele já está pronto para registrar os seus boletos. Será necessário apenas verificar as rotinas da sua entidade e analisar a consistência de seu cadastro. Nossos consultores poderão auxiliar e fazer um diagnóstico do seu cadastro. Entre em contato com nosso Suporte Técnico.
• Se sua entidade ainda não usa o TCS Sistemas, será necessário verificar como o seu sistema atual realiza a geração de boletos, bem como o cadastro de pagadores e as rotinas da entidade. Se preferir, entre em contato conosco e saiba como nossos sistemas e nossa esquipe de especialistas em entidades de classe podem auxiliar você.
 
Quer saber mais?
Veja a matéria que preparamos sobre o fim da cobrança sem resgistro.

 

Palavras chaves:
• Cobrança registrada;
• Boletos de cobrança;
• Contribuição sindical;
• Entidades de classe;
• Sindicatos, federações e confederações;
• Febraban e bancos;
• Cobranças
• Associações;
• Atualização cadastral;
• Cadastro de empresas;
• Bloquetos e guias;
• Contribuições compulsórias
• Sistemas de cobrança
• Consultoria especializada em entidades de classe
• Especialistas em entidades

 
06
out

Entidade oferece benefício aos associados e a comunidade e vira notícia na TV.

Sindilojas Porto Alegre lança banco de talentos e oportunidades
e conquista espaço gratuito na TV do seu estado.


Entre os principais desafios das entidades estão o desenvolvimento de produtos e serviços para atender as necessidades dos seus representados e ao mesmo tempo ter ações relevantes para a comunidade em que atua. Além de desenvolver benefícios para os seus representados, as entidades também precisam usar de estratégias de comunicação para dar visibilidade à entidade e suas ações, e com isso, atrair mais associados, pois não bastará investir em desenvolvimento de serviços se não há divulgação.

Referência no meio sindical por oferecer produtos e serviços que agregam valor ao associativismo e através de comunicação alcançam novos associados, o Sindilojas de Porto Alegre tem como uma de suas ações o Sindivagas POA. Esse serviço é gratuito para empresas associadas e busca agilizar o processo de contratação de mão de obra, tornando mais efetivo e focado no perfil de profissional que as lojas buscam. O serviço também é uma oportunidade para profissionais que buscam uma oportunidade de trabalho no varejo. Através de um mural online de vagas publicado no site da entidade, qualquer pessoa pode cadastrar o seu currículo gratuitamente. O Sindivagas POA é, ao mesmo tempo, um benefício aos associado e uma oportunidade de acesso ao emprego ou a recolocação profissional para o trabalhador.

Visando a alta demanda do varejo de contratar funcionários nos últimos meses do ano, o sindicato está promovendo o lançamento do serviço neste mês de outubro. A divulgação conta com destaque ao serviço nos canais de comunicação do Sindilojas Porto Alegre e envio de releases à imprensa. Hoje (6/10/2016), o Bom Dia Rio Grande, telejornal da RBS TV (afiliada Rede Globo no RS), levou ao ar uma matéria sobre o Sindivagas POA, mostrando como empresários e trabalhadores podem fazer uso das vantagens do serviço (foto).



Sua entidade também pode
oferecer o serviço de banco de
talentos e oportunidades!


 

O software que faz a gestão online do serviço Sindivagas Poa, com recurso de cadastro de vagas e publicação do mural de vagas, é uma solução tecnológica desenvolvida pela TCS Sistemas chamada TCS Talentos. Entre em contato conosco, tenha orientação completa para implantar o serviço e saiba como outras soluções poderão ajudar a sua entidade.
Clique aqui e solicite uma demonstração.

O QUE O SEU SINDICATO TEM FEITO PARA OS SEUS ASSOCIADOS E O QUE FAZ PARA ALCANÇAR NOVOS ASSOCIADOS? 




Palavras chaves:
Associativismo.
Desenvolvimento sindical.
Produtos e serviços.
Banco de talentos e oportunidades.
Sindicatos e Associações.
Representatividade.

30
jun

SEPRORGS celebra seus 30 anos de atividade e seus bons resultados.



Na noite de hoje (30/06), o SEPRORGS, plataforma de negócios e representatividade para as empresas de TI, realizará a comemoração de seus 30 anos de fundação.

O aniversário, que reunirá as empresas de TI de todo o Estado, celebra também os bons resultados da entidade na geração de novos negócios em prol do desenvolvimento do mercado de tecnologia no Rio Grande do Sul. Para os próximos anos, o SEPRORGS visa aumentar ainda mais seus esforços na defesa dos interesses das empresas junto ao governo, legislativo e judiciário.

A TCS Sistemas dá os parabéns ao Seprorgs pelas conquistas alcançadas ao longo destes 30 anos e se sente honrada por ser associada e também fornecedora de softwares da entidade há 16 anos.

O evento será a partir das 20h, na Casa NTX, Av. das Indústrias, 1395 - São João, - em Porto Alegre.

23
jun

Boleto registrado e cadastro atualizado, um não existe sem o outro.

 

Recentemente publicamos uma matéria sobre as novas regras impostas pela Febraban para a emissão de boletos de cobrança. Vale lembrar que a partir de 1º de janeiro de 2017, todos os boletos deverão ser registrados junto aos bancos. Falamos o que muda, como evitar problemas e prejuízos e que o TCS sistemas está pronto para atender as entidades que emitem boletos de cobrança registrados (leia a matéria na íntegra aqui).

No entanto, não basta um software adequado para emitir boletos com registro: a entidade também precisa manter o seu cadastro atualizado. Para você entender, no processo de solicitação de registro de boleto de cobrança, informações cadastrais do sacado, tais como, razão social/nome completo, CNPJ/CPF, endereço, CEP, etc, são enviadas ao banco. O banco por sua vez validará os dados e só então fará o registro. Caso haja qualquer inconsistência nas informações enviadas, o registro será recusado e o boleto não será emitido.

É natural que o cadastro da entidade se torne defasado ao longo do tempo, em razão de alteração de dados das empresas e até mesmo encerramento de atividades. E para que esse tipo de situação não ocorra, a TCS e seus sistemas têm meios de evitar o problema.

Com o TCS Sistemas a entidade possui duas possibilidades de obter informações atualizadas das empresas já cadastradas: a primeira delas é usar os botões de consulta dos dados na Receita Federal, Simples Nacional e Correios presentes no sistema, basta um clique para verificar as informações e importar o que é pertinente; A segunda alternativa é uma atualização cadastral automatizada que permite buscar na Receita Federal e Simples Nacional informações que a entidade desejar para um grupo de empresas ou para todo o seu cadastro. Neste caso, nosso sistema realiza a operação automaticamente a partir das regras definidas pela entidade.

Entidades que oferecem produtos e serviços têm
menos cadastros defasados.


Ofertar produtos, serviços e realizar campanhas são formas de relacionamento que auxiliam na atualização cadastral. Veja a seguir como o TCS Sistemas possibilita que uma pessoa ou empresa faça a atualização online do próprio cadastro.
TCS Cursos – Com este sistema, a entidade disponibiliza ao público uma página online com informações de cursos, palestras, oficinas, etc. Nessa mesma página é possível fazer inscrições e fornecer ou atualizar as informações cadastrais.

TCS Central do Contribuinte – Esta é a área do cliente no site da entidade, além de consultar extratos financeiros, emitir segundas-vias , detalhamento de planos de saúde, telefonia e outros serviços, o associado ou contribuinte poderá atualizar as suas informações cadastrais.
TCS Guias Web– É fundamental dar aos contribuintes a possibilidade de emitir guias e consultar a situação das suas contribuições online. Além dessas possibilidades, o sistema TCS Guias Web, também permite ao contribuinte fornecer e atualizar as suas informações cadastrais.
TCS Boletins – Este sistema permite criar e disparar campanhas para todas as pessoas e empresas cadastradas na entidade, inclusive campanhas de atualização cadastral com link online para os contribuintes visualizar e atualizar os seus dados.
Além de necessária para a emissão de boletos registrados, a atualização cadastral é de extrema importância para um bom resultado das contribuições. Com dados atualizados a entidade não fará a emissão e envio de guias para empresas baixadas ou com endereços desatualizados. Por isso, é importante a entidade se preparar desde agora para encerrar 2016 com o cadastro atualizado, pronta para emitir boletos registrados e as guias da contribuição sindical de 2017.



O seu sindicato está preparado para emitir cobrança com registro?
E como está fazendo para manter o cadastro atualizado?

Esclareça todas as suas dúvidas sobre boletos com registro e atualização cadastral.
Clique aqui, ou ligue (54) 3223.8344


Leia também:



22
jun

Capacitação é uma das ações do Sindilojas Belo Horizonte-MG para organizar o cadastro.



Além de um cadastro atualizado, a organização dos dados é fundamental para todas as atividades de uma entidade, desde a cobrança das contribuições até a oferta de produtos e serviços com base nas informações de associados e contribuintes.

Por essa razão, o Sindilojas BH, sindicato dos lojistas do comércio da capital mineira, enviou à TCS Sistemas, em Caxias do Sul, a sua analista de qualidade e informação, Beatriz Viana Pretti, para treinamentos e aperfeiçoamentos (foto). Com o treinamento, o Sindilojas BH conseguirá extrair os melhores resultados do TCS Sistemas. A escolha pelo treinamento presencial se deu pela possibilidade de maior interação do aprendizado prático. Segundo Beatriz, “A principal vantagem do treinamento presencial é que se aprende fazendo, o consultor orienta e acompanha todos os procedimentos.”

Hoje está sendo o terceiro e último dia de treinamento na sede da TCS, a partir de agora, as rotinas de organização cadastral seguirão na entidade em Belo Horizonte, com o auxílio do suporte online da TCS.
09
jun

COMO O SINDICATO PODE OFERECER FACILIDADES E AGILIDADE COM AUTOATENDIMENTO ONLINE?



Caso: Entidade mostra em informativo as vantagens do autoatendimento pela internet.



Nos últimos anos tem se tornado cada vez mais comum o uso da internet como forma de autoatendimento. Através de sites, com alguns cliques, os clientes podem adquirir, usar, acompanhar, pagar e cancelar produtos e serviços. Entidades sindicais, assim como qualquer organização, também podem e devem fazer uso deste meio para entregar facilidades geradoras de satisfação para os seus clientes com a agilidade e a comodidade que a internet proporciona 24 horas por dia e 7 dias por semana.

O Sindilojas Caxias do Sul, na serra gaúcha, já tem um canal de autoatendimento online e recentemente estampou na capa de seu informativo impresso do mês de março (foto) as vantagens que os seus associados têm através da “Central do Associado”. A matéria mostrou que a Central dá acesso à diversas informações e a possibilidade de gestão dos serviços por parte dos clientes de forma rápida e fácil.


Capa do Informativo do Sindilojas de Caxias do Sul - RS

“A Central do Associado é um canal fundamental para contato com nosso público. Trabalhamos com diversos convênios, e na Central, a empresa pode consultar valores, extrato de fatura e emitir boletos. Além da facilidade para o associado, temos certeza da segurança das informações. A central agiliza muito o trabalho da entidade e é uma ferramenta de fidelização do cliente também, graças aos recursos que tem.”
Sadi Donazzolo, presidente do Sindilojas Caxias.


Conversamos com o pessoal do Sindilojas de Caxias do Sul sobre a Central do Associado, veja as respostas:

Quais as melhorias percebidas nas rotinas da entidade com o uso da Central?
Maior agilidade no encaminhamento das solicitações dos associados. Por exemplo: uma exclusão no plano de saúde dependia de um e-mail a ser enviado para o atendimento e só era dado andamento quando a pessoa que recebe, lesse o e-mail e passasse para o setor administrativo. Hoje, o associado faz a solicitação diretamente na central, que avisa imediatamente o atendimento. Temos um ganho de tempo muito significativo, além de não depender de várias pessoas para o andamento do pedido, o que reduz a chance de erro. Atividades que antes eram exercidas por funcionários, como emissão de segunda via, cálculo de juros, etc., são feitas pelo associado ao acessar a central.

O que a entidade acredita que está entregando de vantagem ou benefício para os associados através da Central?
Ganho de tempo - O associado não precisa mais vir até a entidade para fazer um pagamento atrasado, por exemplo.
Segurança - cada empresa tem acesso apenas às suas informações e dos convênios que possui.
Sustentabilidade – não enviamos mais faturas de telefonia, por exemplo, economizando um significativo volume de papel. O associado entra na central e visualiza a fatura ali.

A Central do Associado é um recurso online do Conjunto de Sistemas da TCS. A integração com todos os outros módulos do sistema permite que as informações sejam atualizadas em tempo real, tanto para entidade quando para os clientes. Toda as atividades realizadas pelos clientes são informadas para a entidade. Entre os benefícios que a entidade ganha está a autonomia para o cliente gerir tarefas simples, que permite que a força de trabalho tenha um maior envolvimento com atividades mais complexas e além disso, serve para promover o aumento de acessos ao site da entidade.


Além das atividades destacadas pela entidade também é possível:
• Disponibilizar na Central materiais exclusivos, tais como, cartilhas, códigos, matérias de marketing, etc;
• O Associado poderá manter seu cadastro sempre atualizado;
• A Central poderá ser usada para o Associado solicitar a aquisição de produtos e serviços.
Como tudo no TCS Sistemas, a Central foi desenvolvida para facilitar a rotina de trabalho dos seus funcionários, otimizar os processos, tempo e recursos da sua entidade. E o melhor é que a Central permite que cada contribuinte ou associado seja atendido com muito mais agilidade, transparência e qualidade.
16
abr

Fim de boletos sem registro. Sua entidade está preparada?



Se sua entidade utiliza cobranças com boletos sem registro, você precisa estar atento e se preparar para as mudanças que estão previstas para acontecer até o final deste ano quando esse meio de cobrança deixará de existir.
Por razões de segurança a Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) decidiu pelo fim do boleto sem registro, modalidade que corresponde a 40% dos boletos emitidos, ou 1,5 bilhão de documentos (dados da Febraban). Assim a federação acredita que reduzirá os prejuízos causados por fraudes de boleto. São golpes comuns, onde maquinas infectadas com vírus mudam o código de barras de boletos, direcionando assim o dinheiro para outra conta. Geralmente a infecção por vírus está no computador do emissor do boleto.

A Febraban está executando o fim do boleto sem registro em etapas:
• Junho de 2015 – Fim da comercialização (pelos bancos) da cobrança sem registro para novos clientes
• Agosto de 2015 – Início da operação da base centralizadora de benefícios
• Dezembro de 2016 – Término da migração das carteiras de cobrança sem registro para a modalidade registrada
• Janeiro de 2017 – Início da operação da base centralizadora de títulos.


Em resumo: A partir de janeiro de 2017, todos os boletos de cobrança da sua entidade precisarão ser registrados.



E o que muda?

#01 Maior custoA taxa do boleto sem cobrança é cobrada na liquidação, se não há o pagamento não há cobrança de taxa. Com o registro, dependendo da negociação, poderão ser cobradas taxas de emissão, liquidação, permanência e protesto. Dica: Procure o gerente da conta bancária da sua entidade para negociar as taxas de registro.

#02 Os processos
Na modalidade com registro, é necessário que o banco receba este registro - ou seja, o seu sistema deverá enviar um arquivo de remessa de cobrança. Se sua entidade utiliza o TCS Sistemas, fique tranquilo pois você já tem integração com bancos para emissão de boletos com registro.

#03 Sacado identificado
Na modalidade com registro o CNPJ ou CPF do sacado é obrigatório. Para isso funcionar bem, é importante que essas informações estejam no cadastro da sua entidade.

#04 Mais Segurança
Com o registro, tanto emissor quanto pagador têm de ser identificados, as chances de o consumidor cair em um golpe são menores.

#05 Uso de Cartão de crédito
O uso do cartão já bastante difundido e poderá ser usado como forma de reduzir as taxas bancárias. Através do TCS Sistemas, sua entidade poderá oferecer ao seu contribuinte/associado essa forma de pagamento para os mais diversos fins inclusive a mensalidade associativa. Com essa modalidade de pagamento a inadimplência é menor e uma vez que o contribuinte fizer o cadastro do cartão o pagamento de atividades futuras é facilitado
.

Se o seu sistema não permite essas possibilidades, clique aqui e saiba como a TCS pode auxiliar e orientar a sua entidade.

O TCS Sistemas é o mais completo conjunto de sistemas, com soluções sob medida para sua entidade, totalmente integradas para a gestão.



 
16
nov

FBHA inaugura delegacia no Rio Grande do Sul

 A FBHA - Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação inaugurou na tarde de hoje (16/11), em Canoas, sua delegacia do RS.
O evento contou a participação de presidentes dos seus sindicatos filiados no Rio Grande do Sul.
O diretor da TCS Sistemas, Ricardo Timmers, participou do encontro e apresentou as soluções integradas do sistema TCS que estarão disponíveis aos sindicatos por meio de parceria com a federação.


Foto : Alexandre Sampaio, presidente da FBHA e Ricardo Timmers, diretor TCS Sistemas.



Foto : Apresentação TCS Sistemas




Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25