TCS News

13
dez

TCS na Comemoração dos 80 Anos do Sindilojas Rio

No último dia 06 de Dezembro o Sindilojas Rio comemorou seus 80 anos de fundação em evento realizado na sede da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).
A Entidade que foi fundada com o objetivo de defender e apoiar os lojistas cariocas tem atualmente mais de 11 mil associados. O Sindicato dos Lojistas do Comércio do Município do Rio de Janeiro foi o primeiro sindicato atrelado ao comércio do país, e possui o maior número de associados do Brasil.
O Diretor da TCS Sistemas, Ricardo Timmers, participou da comemoração dos 80 anos do Sindilojas Rio, que é um dos principais clientes da empresa, há mais de 10 anos. O Sindilojas Rio tem toda sua gestão apoiada pelos sistemas TCS, que garantem a qualidade e a agilidade dos serviços prestados pela entidade.
“É incrível ter a oportunidade de participar de um evento desta importância, são 80 anos de trabalho incansável em prol da categoria, trabalho este que incentiva e apóia o crescimento do comércio do Município do Rio de Janeiro.” Comenta Ricardo Timmers – Diretor TCS Sistemas


Na foto: Manoel Verdial - Diretor do Conselho Fiscal do Sindilojas Rio, Ricardo Timmers - Diretor da TCS Sistemas, Carlos Henrique Martins - Superintendente do Sindilojas Rio e Aldo Carlos de Moura Gonçalves - Presidente do Sindilojas Rio.
12
dez

A NF-e e seu alto risco para os negócios


A gestão da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) necessita ser logo entendida como um avanço da gestão empresarial e – ao invés de encará-la como ônus – as empresa já deveriam estar utilizando os seus recursos para a melhoria final dos seus negócios.
Mas, infelizmente, não é o que vem ocorrendo em grande parte das empresas. Ao encarar a obrigação da NF-e como uma exigência burocrática incontornável, porém passível de ser flexibilizada, é certo que a dor de cabeça virá mais cedo ou mais tarde para as empresas e seus gestores.
Dor de cabeça esta que irá acometer a muitos gerentes financeiros e tributários daquelas organizações que não se atentaram para os riscos que correm por não estarem, de forma exata e cabal, cumprindo o que a lei exige.
Os arquivos XML, que são os únicos documentos de efetivo valor fiscal em relação à saída do dinheiro dos caixas das empresas, estão sendo enormemente negligenciados por gestores inocentes ou que se acreditam “espertos”.
Mas, por mais que as consequências demorem a aparecer, lembremo-nos de que a NF-e é um sistema eletrônico matemático. E a matemática, como sabemos, é a ciência exata por excelência. Portanto, o não cumprimento de suas fórmulas irá – com total certeza – repercutir em problemas.
As perguntas que não se calam são: quem vai pagar as pesadas multas pelas irregularidades com a NF-e quando os alarmes da autoridade fiscal forem fatalmente acionados? Pagará o pessoal de TI? Ou pagarão o contador e o gerente financeiro?
É bem verdade que todos os agentes aqui mencionados estarão sujeitos à perda de emprego ou de contrato de serviços. Mas quem pagará, em última instância, é o dono do negócio. E este é, até o momento, um daqueles elos da cadeia que menos vêm se interessando pela rigidez e efetividade dos controles da NF-e.
Será que os executivos e proprietários de empresas, bem como os investidores e stakeholders em geral, estão cientes do grande gap fiscal que suas organizações estão acumulando pela frouxidão com que encaram a Nota Fiscal Eletrônica?
De fato, é assustador o posicionamento negligente de parte dos contadores e gestores, principalmente no mercado de varejo, que emite bilhões de notas fiscais ao ano, em relação à governança dos arquivos XML.
Alguns posicionamentos muito comuns no mercado são como aquele: “pois é, diversos fornecedores não estão nos enviando os tais XMLs” ou “sim, temos armazenados alguns XMLs, mas não todos”. Pois é absolutamente claro que tais atitudes de avestruz só podem levar ao desastre.
Com isso, é fundamental que os responsáveis diretos pelos negócios das empresas comecem a ver a questão da NF-e em sua real relevância e busquem não só cumprir suas regras à risca, mas também explorar seus potenciais em prol da organização e da transparência operacional, que podem gerar fatores positivos para a lucratividade.
Do lado da indústria de TI já existem alternativas altamente maduras e testadas para a auditoria online dos processos em NF-e.
Através dessa permanente auditoria obtém-se uma drástica mitigação dos riscos, e um nível de eficiência que transforma a nota eletrônica em uma verdadeira vantagem competitiva.
Dessa forma o gestor passa a contar com indicadores suportados por um painel de gerenciamento unificado e imbatível, utilizando o “melhor do pão” em relação à tecnologia. É a informação relevante na palma da mão do gestor que ajudará nas tomadas de decisões estratégicas. E a Nota Fiscal Eletrônica, tão estigmatizada como um ônus, pode ser o ponto de partida para este diferencial competitivo.

Fonte: Márcio Guerra, diretor da MD2 Consultoria

12
dez

Fecomércio RJ e seus Sindicatos filiados participam do Programa TCS de reciclagem

Na última semana, nos dias 06 e 07 de Dezembro, colaboradores da Fecomércio RJ e de seus Sindicatos filiados receberam um treinamento de reciclagem dos sistemas TCS na sede da Federação, no Rio de Janeiro. Na oportunidade, processos e rotinas foram revistas por 59 usuários dos Sistemas TCS.
Divididos em duas turmas, os colaboradores da Fecomércio RJ e dos Sindicatos filiados foram instruídos e acompanhados pelo instrutor Alexandre Broglio Filho, que abordou rotinas do Sistema TCS’A Receber local e web.
“A reciclagem é de extrema importância para que as Entidades tenham sempre o melhor dos sistemas TCS, por isso, novos treinamentos de reciclagem serão realizados na Fecomércio RJ, assim como em outras entidades no ano de 2013.” Comenta Alexandre Broglio Filho, Atendente de Suporte e Instrutor TCS Sistemas.


12
dez

Sindilojas Brusque, novo cliente recebe treinamento

Na última semana, nos dias 06 e 07 de Dezembro, nosso novo cliente, o Sindilojas Brusque, recebeu seu primeiro treinamento após ter passado pelo processo de implantação dos sistemas adquiridos.
Os Sistemas TCS’A Receber e TCS’Guias de Contribuição foram abordados no treinamento, com teoria e prática, onde a colaboradora do Sindilojas Brusque, Rosemara Corasini pode usar os sistemas com o auxílio e acompanhamento do Instrutor da TCS, que garantiu a perfeita aderência dos sistemas.
Este treinamento foi, realizado na Sede do Sindilojas Brusque que fica localizado no Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque –SC , que deu seqüência ao projeto TCS de implantação de sistemas, projeto este que está em andamento a mais de um mês e que contou com o envolvimento dos profissionais da área de implantação, coordenados pelo Supervisor de Suporte Técnico Luiz Mattevi.
O treinamento teve duração aproximada de 12 horas, dividas em dois dias, para facilitar o entendimento dos processos e rotinas.
“O primeiro treinamento é importantíssimo, é quando alinhamos o cotidiano da Entidade com os sistemas de gestão TCS, e ajustamos tudo, para que cada cliente tenha o melhor de nossos sistemas.” Comenta Marcio Antunes, Atendente de Suporte e Instrutor TCS Sistemas.




















Na foto: Marcio Antunes - TCS Sistemas e Rosemara Corasini - Sindilojas Brusque
11
dez

Terça, 11 de Dezembro: Dia do Arquiteto e do Engenheiro

Parabéns aos profissionais que desenham e constroem nosso universo.


05
dez

TCS e SEPRORGS 10 anos de parceria,constantemente renovada

Com o intuito de proporcionar ao cliente sempre o melhor de nossos sistemas, a TCS realizou na última terça-feira, 04 de Dezembro de 2012, um treinamento de reciclagem para o SEPRORGS (Sindicato das Empresas de Informática do Rio Grande do Sul). Cliente TCS a mais de 10 anos, o SEPRORGS tem sua gestão apoiada pelos sistemas TCS de gestão.

Na oportunidade, o Supervisor de Suporte Luiz Henrique Mattevi e o Atendente de Suporte Clayton Cardozo da Rosa, abordaram com as representantes Denise Fabiana Borges Carpes e Vivian Teixeira o sistema contábil, suas novas funcionalidades e melhorias, revisaram rotinas de sistemas como TCS’A Pagar, TCS’Caixa, TCS’A Receber e TCS’Bancos. Este treinamento faz parte do processo de implantação de novos módulos que foram recentemente adquiridos pela entidade.

“É ótimo podermos ter esse contato mais próximo com nossos usuários, pois desta forma, temos a certeza da completa aderência dos sistemas.” Comenta Clayton Cardozo da Rosa, Atendente de Suporte TCS.



Na foto: Luiz Henrique Mattevi - Supervisor de Suporte, Clayton Cardozo da Rosa - Atendente de Suporte, Vivian Teixeira -  SEPRORGS e Denise Fabiana Borges Carpes - SEPRORGS
02
dez

Domingo, 02 de Dezembro: Dia Nacional das Relações Públicas

A criação do “Dia Nacional das Relações Públicas” nasceu dentro da Associação Brasileira de Relações Públicas por iniciativa do professor Cândido Teobaldo de Souza Andrade.
O tema, juntamente com a eleição do engenheiro Eduardo Pinheiro Lobo como Patrono das Relações Públicas, foi debatido no congresso da ABRP de 1976, realizado em Alagoas, nas cidades de Maceió e Penedo, terra natal de Pinheiro Lobo.
Eduardo Pinheiro Lobo, nasceu em 02/12/1914, por isso denominou-se o dia nacional das relações públicas, por ter sido um grande colaborador para a Associação Brasileira de Relações Públicas
O autor do Projeto de Lei da Câmara N. 75, de 1980, foi o deputado por Alagoas, e sócio da ABRP, Divaldo Suruagy. A tramitação do projeto ocorreu de 1983 a 1984, quando foi transformado em norma jurídica n. 7197 e promulgado seu texto integral no Diário Oficial da União, em 14 de junho de 1984, página 8601, Coluna 1, sob a denominação de Lei nº 7197, que Institui o “Dia Nacional das Relações Públicas”, assinado pelo Senador Lomanto Júnior, 1º Vice-Presidente, no exercício da Presidência.
28
nov

Quarta, 28 de Novembro: Dia Mundial de Ação de Graças

A idéia de transformar o "Dia de Ação de Graças" em acontecimento universal nasceu de um brasileiro, Joaquim Nabuco, quando Embaixador do Brasil em Washington.
Em 1909, na Catedral de São Patrício, ao final da primeira Missa Pan-Americana, que celebrava o "Dia de Ação de Graças", o Embaixador brasileiro formulou publicamente o seguinte voto: "Eu quisera que toda a humanidade se unisse, no mesmo dia, para um agradecimento universal a Deus".
O diplomata brasileiro soube expressar em sua idéia todo o conhecimento que tinha sobre a população de seu país, baseado em seu passado histórico, firmando sempre, desde as origens, nas tradições cristãs do respeito à liberdade e aos direitos humanos, na proibição constitucional das guerras, na busca de solução dos conflitos sem derramamento de sangue, enfim, um país voltado para a paz.
No Brasil, o "Dia Nacional de Ação de Graças" foi instituído por meio da Lei nº 781, de 17 de agosto de 1949, pelo presidente Eurico Gaspar Dutra. O Decreto nº 57.298, de 19 de novembro de 1965, regulamenta as comemorações do "Dia Nacional de Ação de Graças". Finalmente, a Lei nº 5.110, de 22 de setembro de 1966, determina que o "Dia Nacional de Ação de Graças" seja comemorado na 4ª quinta-feira do mês de novembro, sendo o Ministério da Justiça o órgão legalmente incumbido de promover a sua celebração.
Histórico
A Comissão do Dia Nacional de Ação de Graças, do Ministério da Justiça, vem cumprindo suas atribuições de fazer a semana preparatória, com as mensagens oficiais e a cerimônia do "Te Deum", com todas as características especificadas no Decreto, cuidando da sua divulgação.
O relato das várias celebrações em todo o território nacional demonstram o interesse dos órgãos públicos e segmentos religiosos em comemorar o dia, bem como o envolvimento das autoridades eclesiásticas de vários pontos do país, em participar e apoiar o evento.
Um histórico de abrangência mundial registra como o mais longínquo "Te Deum" o que fez Cristóvão Colombo, em 1492, quando chegou à América, agradecendo a Deus pela descoberta.
Registra-se também que Cabral, quando chegou ao Brasil em 1500, rezou uma missa de agradecimento nas praias da Bahia.
Nos EUA, em 1612, os Peregrinos iniciaram a comemoração como "Dia de Ação de Graças" que evoluiu sempre mais, pois em 1789, o Presidente George Washington oficializava a comemoração. Em 1863, o Presidente Lincoln determinava sua realização para a última quinta-feira do mês, sendo que estabelecia, também ele, que era esse dia feriado nacional.
O dia continuou a ser sempre comemorado, e em 1939 o Presidente Franklin D. Roosevelt proclamou essa comemoração para a quarta quinta-feira do mês, sendo essa data oficializada no Congresso Americano em 1941.
Para os estadunidenses as comemorações religiosas são acompanhadas de jantar de confraternização, com o tradicional peru e a torta de abóbora, que se tornaram símbolo desse dia.
Fonte: www.mj.gov.br
19
nov

Segunda, 19 de Novembro: Dia da Bandeira

História do Dia da Bandeira

O Dia da Bandeira foi criado no ano de 1889, através do decreto lei número 4, em homenagem a este símbolo máximo da pátria. Como nossa bandeira foi instituíta quatro dias após a Proclamação da República, comemoramos em 19 de novembro o Dia da Bandeira.

Nesta data ocorrem, no Brasil, diversos eventos e comemorações cívicas nas escolas, órgãos governamentais, clubes e outros locais públicos. É o momento de lembrarmos e homenagearmos o símbolo que representa nossa pátria. Estas comemorações ocorrem, geralmente, acompanhadas do Hino à Bandeira. Este lindo hino ressalta a beleza e explica o significado da bandeira nacional.

Curiosidades sobre a bandeira brasileira:

- Quando várias bandeiras são hasteadas em nosso país, a brasileira deve ser a primeira a chegar no topo do mastro e a última a descer.

- Quando uma bandeira brasileira fica velha, suja ou rasgada, deve ser imediatamente substituída por uma nova. A bandeira velha deve ser recolhida a uma unidade militar, que providenciará a queima da mesma no dia 19 de novembro.

- Caso a bandeira fique hasteada no período noturno, ela deve ser iluminada.
Fonte: http://www.suapesquisa.com/datascomemorativas/dia_da_bandeira.htm
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25